Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização.

Notícias

Mestre Chainho lamenta a perda de Eduardo Lourenço
A morte do ensaísta Eduardo Lourenço aos 97 anos de idade, ontem anunciada, levou António Chainho a recordar bons momentos passados ao lado dele.

"Estivémos juntos numa tertúlia inesquecível, no restaurante Martinho da Arcada, quando o prof. Eduardo Lourenço fez questão de me aplaudir de pé, à frente de várias outras figuras públicas que participavam do evento” – lembrou.  Tido como “o maior ensaísta português do séc. XX”, Lourenço esteve também presente na festa de homenagem realizada por ocasião dos 25 anos de carreira do Mestre da guitarra portuguesa. “Houve na altura uma cerimónia, em Lisboa, presidida pela dra. Maria Barroso. A presença do Eduardo Lourenço deixou-me muito honrado. Notava-se que ele era realmente apreciador da guitarra portuguesa e que conhecia bem o meu trabalho”. António Chainho lamenta aquela que considera “uma enorme perda para o país e para o mundo” e envia à família de Eduardo Lourenço as suas sinceras condolências.

 

02.12.2020
Facebook Linkedin Twitter Google + Pinterest

Siga-nos!

Acompanhe-nos nas redes sociais

Management

Management & Booking: Ghude
TM: +351 968 028 815